Alfaiataria Masculina – Alexandre Won

 Besboke – Alexandre Won

Este jovem alfaiate, considerado um dos principais nomes do mercado brasileiro de alfaiataria, traz na veia, no seu charmoso ateliê em São Paulo, técnicas clássicas dessa arte. Formado em Direito, o alfaiate precisava de roupas para trabalhar logo depois de se formar. Testou alfaiates, grandes marcas nacionais e internacionais, tudo em vão. “As pessoas não conseguiam entender o que eu queria”, diz. Isso porque Alexandre foi educado desde pequeno a se vestir de forma diferente. Sua mãe, modelista e estilista, fazia suas roupas e de seus irmãos desenhadas no corpo, com modelagem individual. “Tenho facilidade com desenho, com proporção, e sempre gostei de trabalhos manuais. Resolvi fazer minhas próprias peças”, conta. E nunca mais parou.

“Muito do que aprendi foi por tentativa e erro, intuição. Acordava à noite, cortava e dobrava guardanapos até desenvolver minha própria técnica. Estudei em escolas italiana, francesa, americana e tive um professor para aprimorar minha técnica”. Veja a história completa de Alexandre no vídeo abaixo: 

Seu Ateliê é de produção artesanal. Todas as modelagens e cortes são feitos um a um pelo próprio Alexandre.

Secretas vaidades…

Quem assistiu o estiloso Alex, personagem do ator Rodrigo Lombardi, na mini série “Verdades Secretas” em 2015,  na maioria de suas aparições, ele vestiu ternos e costumes construídos no método bespoke – termo atribuído ao alto grau de personalização das peças, ajustado no próprio corpo – e em lã de seda com um único botão. Clássico, atemporal e elegante em todas as ocasiões, irrepreensivelmente alinhado e charmoso. Quem assina as suas produções é Alexandre Won.  O que mais me chamou a atenção foram as cores utilizadas em cinza, vinho e azul, fugindo do tradicional preto.

Para os momentos mais casuais, ele mostra um ar mais fresh, utilizando calças em tecido de sarja nos tons vinho e camelo, combinadas com camisas de tecido italiano nas clássicas cores azul, branca e bordô. Para passeios de barco, foram confeccionadas opções em linho nas cores verde e azul. Muitas dessas camisas com estampas clássicas em listras e xadrez. Nada muito chamativo, mas clean para manter uma certa discrição. Looks, que por sua vez, continuam super atuais!

Espero que esses profissionais, cada vez mais raros no mercado de moda, finquem o pé e façam muito sucesso, vestindo homens modernos e de bom gosto, sempre!

Beijos,

Por Angélyca La Porta – Consultora de Imagem e Estilo

Veja também sobre Ricardo Almeida,  um ícone da alfaiataria no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress spam blocked by CleanTalk.